Jornadas Pedagógicas Nacionais
Escolas Profissionais, Notícias

Jornadas Pedagógicas Nacionais

ESCOLAS PROFISSIONAIS DEBATEM O MODELO PEDAGÓGICO NO HORIZONTE 2030

Fundação Gulbenkian, 12 de novembro

As escolas profissionais vão realizar uma jornada de reflexão sobre o modelo pedagógico do ensino profissional, tendo como horizonte os desafios da próxima década, tendo presentes as lições e os ensinamentos de funcionamento presencial intermitente, híbrido e a distância, desde março de 2020 até ao final do ano letivo 2020/2021.
Para o efeito foram convidados especialistas que tiveram papel relevante na gestão política ou na operacionalização do ensino em Portugal nas últimas 3 décadas e que continuam atentos e a refletir sobre o ensino profissional em Portugal: Guilherme Oliveira Martins (Gulbenkian), Matias Alves (Universidade Católica) e Domingos Fernandes (ISCTE-IUL). A articulação entre ensino secundário profissional e o ensino superior merecerá uma abordagem especial por parte de Pedro Dominguinhos do Politécnico de Setúbal.
De fora de Portugal chega o contributo de Julen Elgeta da HETEL, associação do País Basco, hoje uma referência na organização e funcionamento da qualificação inicial de jovens.
A parte da tarde será dedicada à abordagem de 3 dimensões temáticas relevantes, a partir das experiências e práticas de escolas profissionais de todo o país: recuperação das aprendizagens, autonomia, flexibilidade e educação inclusiva e gestão/garantia de qualidade.
As Jornadas Pedagógicas 2021, promovidas pela ANESPO, encerram com a intervenção do Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa.

Sobre a ANESPO:

A ANESPO é uma associação privada sem fins lucrativos que representa as escolas profissionais criadas a partir de 1989 e que têm como principal foco de atividade a realização de cursos profissionais que conferem dupla certificação: escolar (12º ano de escolaridade) e profissional (nível 4 da matriz de 8 da UE). Os 200 estabelecimentos dispersos por todo o território nacional, acolhem cerca de 45 000 alunos que, a partir da conclusão do ensino básico (9 anos de escolaridade), optam por este percurso de três anos, de que uma parte significativa é feito em empresa ou organização, associada à área profissional da respetiva qualificação.

Jornadas Pedagógicas Nacionais
Porgrama Jornadas Pedagógicas Nacionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *